Ads 468x60px

Sony não produz console PS3 no Brasil em razão da Burocracia

Nesta quinta-feira, 11, na coletiva da Sony na Brasil Game Show, a primeira pergunta direcionada a Mark Stanley, diretor-geral de PlayStation para a América Latina, foi relacionada à produção nacional do console no Brasil. Stanley explicou que a empresa está “lutando por isso”, mas uma série de questões legais e estruturais seguem a adiar a fabricação do videogame em território nacional. “Ainda estamos estudando essa questão, mas por enquanto não temos nenhuma discussão aprofundada em relação à fabricação do PlayStation no Brasil”, disse o executivo, que citou a fábrica da Sony em Manaus como alvo de pesquisas para futura fabricação e a possibilidade de aliança com uma empresa tercerizada. Estudo da GFK divulgado esta semana revelou que o Xbox 360, da Microsoft, é o videogame com maior participação de mercado (65%) no Brasil. O estudo mostra que parte do sucesso do console por aqui se dá justamente à sua fabricação nacional que, entre outras coisas, fez reduzir o preço do aparelho. Stanley criticou as altas taxas e impostos nacionais, considerados por ele "abusivos". Ainda assim, reiterou os esforços da Sony em tentar colocar preços competitivos no mercado, mesmo sem producão nacional. Quando questionado sobre a PSN brasileira e seu conteúdo local, que não é tão abrangente quanto a dos EUA, por exemplo, Stanley disse que é apenas questão de tempo e que “há um exército de advogados lutando por mais coisas na PS Store brasileira”. “É um jogo que leva um tempo para acabar”, concluiu. Uma nova versão da PS Store também foi apresentada com um novo design completamente reformulado. A estreia da nova versão deve acontecer no próximo 23 de outubro. Além disso, foi anunciada a implantação da PS Store em outros países latino-americanos como Argentina e Chile, enquanto Colômbia e Peru deverão ter suas próprias PSN ainda em 2013.

Nenhum comentário:

Publicidade

Acompanhe-nos por e-mail